15 abril, 2021

O PIANO SEM MESTRE


Paul Wittgenstein, irmão do filósofo, perdeu o braço direito durante a I guerra. Tragédia maior na vida de um pianista. Mas foi para ele que, entre outros, músicos como Ravel, Hindemith ou Britten, escreveram composições para serem tocadas apenas com a mão esquerda. Eu poderia extrair desta história uma bonita moral. Uma bonita moral como incentivo à "resiliência", ao "mindfulness", ao "pensamento positivo", ao "coaching", tudo isto ungido com lindas frases como "Por cada porta que se fecha há uma janela que se abre!" ou, ainda mais sublimemente (atribuída a Fernando Pessoa), "Pedras no caminho? Um dia vou construir um castelo", e outras do mesmo calibre poético ou espiritual. Mas não extraio. Só ficarei convencido no dia em que grandes músicos se sentarem ao piano para comporem peças para serem tocadas sem mãos.