13 abril, 2018

OS PEQUENOS IRMÃOS

Diz Orwell, no Mil Novecentos e Oitenta e Quatro, obra na qual se retrata uma sociedade autoritária e iliberal, que «Nada pertencia ao indivíduo, com excepção de alguns centímetros cúbicos dentro do crânio». Valha-lhes isso. Na nossa actual sociedade, uma sociedade orgulhosamente livre e aberta, tal privilégio, pelos vistos, parece já ter mingado para uns singelos milímetros cúbicos.