06 março, 2018

VERDADE NUA E CRUA

"Dieu me la donne, gare à qui la touche", foram as palavras de Napoleão no momento da coroação. Na mesma linha, sempre que o clero precisava de defender a sua imperial relação com a verdade, invocava a relação privilegiada com o Espírito Santo. Neste caso, uma espécie de coroação teológica da coroação política de Napoleão. Como mudou o mundo desde então e ainda bem. Hoje, pelo contrário, há muita gente a flirtar com a verdade, a acariciar a verdade, a beijar a verdade, a dormir com a verdade, sem que isso lese a sua integridade física ou moral por causa da arrogância e presunção intelectual dos, outrora, pais da verdade. A verdade parece dormir com todos e uma verdade que dorme com todos deixa de o ser. Mas o pior de tudo são os proxenetas, aqueles que se julgam mais donos da verdade do que os outros e que verdadeiramente beneficiam com ela. Há épocas históricas em que o mundo parece escorregar para as mãos dos proxenetas da verdade e confesso que já a vi bem mais longe do lupanário. E entre uma verdade coroada e uma verdade nua, indefesa e explorada, venha o diabo e escolha.