15 maio, 2015

EROS E THANATOS



Numa das salas da minha escola fui dar com um singelo trabalhinho na parede, feito por meninos de 10 ou 11 anos, no qual li uma frase com genuíno espanto filosófico. São ainda criancinhas e só isso pode explicar o sentido e verosimilhança da frase. Com o tempo, irão fatalmente descobrir que é o contrário. Não é novidade nenhuma, no fundo é essa a história da humanidade.