03 maio, 2015

A SOPA

Lady Clementina Hawarden | 1862-63

Duas pessoas vêem no site do Instituto de Meteorologia a indicação de que está a chover na sua terra. Ambas vão à janela, encontrando, porém, um dia de sol e céu azul. Uma, irá pensar que os serviços da meteorologia se enganaram, apoiando-se numa crença errada. A outra, que a crença é verdadeira e que a realidade é que se enganou. Na vida também é assim e quase sempre prevalece a segunda pessoa. A sua estrutura mental é uma espécie de base bem trituradinha composta por múltiplos elementos dos quais não tem consciência, tão misturados que estão. Atira-se lá para dentro um molho de ideias feitas ou preconceitos, meia dúzia de crenças e outros tantos desejos e, depois de estar tudo bem cozido, fica pronto  a servir. A realidade? Somos nós quem decide o que a realidade deve ser, e se metemos na cabeça que é um dia de chuva que deve estar, mesmo estando sol e o céu azul, quem julga a realidade que é para nos querer provar o contrário?