09 junho, 2014

GOYA REVISITADO


Ok, o sono da razão produz os seus monstros. Mas uma razão sempre acordada e demasiado consciente de si mesma pode produzir monstros ainda piores.