28 novembro, 2013

O RECTÂNGULO

André Kertész

Há dias, a propósito do centenário do seu nascimento, fiquei a saber que Benjamin Britten nasceu no dia de Santa Cecília. Achando isso muito engraçado, fui, movido por um misto de entusiasmo infantil, curiosidade mórbida e capricho parvo, consultar um calendário religioso em busca da remota possibilidade do dia do meu nascimento ser dedicado a algum santo. Alguma surpresa? Nada, um cínico espaço em branco no rectângulozinho. Bem me queria parecer.