26 julho, 2013

PONTEIROS PARADOS

Ingmar Bergman | Morangos Silvestres [fotograma]

O relógio, sensível e frágil, apesar dos ponteiros parados, precisa todos os anos de uma pequena revisão. E nada melhor do que o Estio para o fazer. O relojoeiro, homem sério e meticuloso, precisa de tempo para se dedicar à árdua tarefa de afinar as peças para que os ponteiros continuem bem parados. Por isso, os ponteiros, já de si parados, parados irão ficar.
E deseja umas boas e tranquilas férias a todos os que habitualmente passam por aqui para não ver as horas.