17 outubro, 2012

GLÓRIA NAS ALTURAS























  Michaela Knízová

Nesse tão precioso manual de etiqueta que é O Livro do Cortesão, publicado em 1528, Baldassare Castiglione fala de um prelado que se julgava tão grande que baixava a cabeça sempre que entrava na catedral de S. Pedro em Roma, com medo de bater na arquitrave da porta. Acho esta história deliciosa sobretudo porque conheço algumas pessoas assim. É verdade que não baixam a cabeça como o prelado de Castiglione. Mas são tão distraídas de si próprias que se deixam esmagar pela grandiosa altura da sua própria sombra.