14 novembro, 2011

DEMOCRACIA POPULAR



Anda muita gente incomodada com o facto de estarem a cair governos na Europa, não pela vontade dos eleitores expressa democraticamente nas urnas, mas por pressão dos mercados financeiros dominados por rostos invisíveis. Entendo a preocupação e sou sensível ao problema.
Penso, porém, se não teria sido bom para a Europa que os mercados financeiros, desagradados com a situação política da Alemanha nos anos 30, tivesse conseguido arredar Hitler do poder, apesar de lá ter chegado por vontade expressa do povo alemão, tal como aconteceu, por exemplo, com o povo italiano em relação ao simpático Berlusconi, com o povo de Oeiras em relação a Isaltino ou o povo de Felgueiras em relação a Felgueiras. A democracia é muito linda mas acontece também que dar a palavra ao povo resulta muitas vezes numa enorme chatice.
Um mal não ilude outro mal nem um mau princípio faz esquecer um bom princípio. Resta apenas avaliar as consequências.