22 agosto, 2011

VANITAS AMERICANA

                                Toni Frissell                            

11 comentários:

jrd disse...

Imaginar esta cena no clã Bush...

José Ricardo Costa disse...

Talvez se pudessem esconder por entre os arbustos.

jrd disse...

Boa! :))

Ivone Costa disse...

É com fotografias destas que eles amenizam a inveja da Europa e das velhas famílias reais.:)

José Ricardo Costa disse...

Inveja? Hummm, só se for dos tiros na cabeça e das cabeças cortadas.

Ivone Costa disse...

Não, é do resto porque tiros na cabeça também eles têm.

José Ricardo Costa disse...

Ah, mas estas são cabeças com outro pedigree. Não queiras comparar cabeças de bronze com cabeças do Bronx.

Ivone Costa disse...

Ai! Então duas das cabeças que estão na fotografia não levaram uns tiros?

José Ricardo Costa disse...

Sim, levaram. O que eu quis dizer, depois do que disseste sobre a inveja deles, é que esta fotografia podia revelar um certo orgulho americano por haver cabeças de bronze americanas que levam tiros tal como algumas cabeças de bronze europeias.

Rita Tormenta disse...

the Kennedy curse...
Sim, as maldições conferem alguma nobreza às linhagens...
Quando o meu filho maior, era pequeno, chamva-lhe John-John, deixei de o fazer por superstição...
Uffa, em boa hora o fiz !
Só o Ted morreu de morte natural, todos os outros tiveram interferências ( e não só tiros, lobotomias, quedas de aviões, elementos trágico-modernos).

José Ricardo Costa disse...

Nem parecem americanos, daqueles que morrem cheios de colesterol e hipertensão. Estes iriam-se dar-se bem com o fantasma de Canterville.