27 julho, 2011

BOMBA ANATÓMICA


Morreu com 87 anos, Linda Christian. Era tão bonita, tão bonita, tão bonita que a revista Life considerou-a uma verdadeira "bomba anatómica". Consta no seu obituário que foi a típica mulher a tornar-se famosa por ser famosa, um princípio que, décadas mais tarde, virá a tornar-se numa religião, sendo essa fama aumentada graças à sua vida extravagante e cosmopolita com toureiros e playboys e aos seus glamorosos casamentos com estrelas de cinema.
Pois eu não consigo entender como pode uma mulher como Linda Christian ser considerada uma bomba anatómica. As bombas, de facto, tal como ela, fazem muito barulho. Mas eu sempre tive o enorme defeito de achar a beleza profundamente silenciosa. 

1 comentário:

jrd disse...

Diria antes que se tratava de uma bomba de Napalm, que queimava tudo em volta, com mais ou menos barulho.