17 novembro, 2010

EPÍLOGO

Veio o Tempo
e disse
que não mudava
a ordem das coisas começadas.

Veio a Noite
e disse
que abria as portas do templo.

Veio a Distância.
E disse nada.

4 comentários:

Mar Arável disse...

Chegou um pássaro

e simplesmente

voou

jrd disse...

E depois?...

joao alfaro disse...

Cada vez gosto mais deste modo de expressão que, das palvras simples, tudo diz.

Xantipa disse...

Já não vinha à blogosfera há um tempo e que bom encontrar as belas palavras da Ivone!