27 outubro, 2010

SALTOS ALTOS


Revi há tempos o delicioso Mr Smith Goes to Washington (Frank Capra -1939). O filme é sobre a ida para o Senado de um jovem ingénuo e idealista, escuteiro, vindo da província (James Stewart), que  ainda vê a política com os olhos de Lincoln e Jefferson, ao contrário dos outros políticos que estão no senado como se estivessem no sector administrativo de uma fábrica de tintas.
O filme é fantástico e tem um humor delicioso. Mas o seu momento alto está numa frase que lhe atiram no momento em que chega a Washington, vindo da América selvagem e profunda:
"Cuidado pois aqui os animais selvagens são diferentes. Usam saltos altos".

11 comentários:

C.M. disse...

Hum... que belos animais!

jrd disse...

Passo.

Clau disse...

Ai tão zangado que o JR anda com as miúdas!

José Ricardo Costa disse...

Qual zangado, Clau! Não se esqueça que a mesma ideia tanto pode significar uma acusação como um elogio. Depende do contexto...

JR

m.a.g. disse...

Uma mulher de saltos altos, será sempre o eterno fetiche masculino. Mas atenção que os referidos saltos não constituem apenas um acessório de elevação de predominâncias e outras protuberâncias, podem ser contundentes e extremamente úteis para afastar marialvas, trauliteiros e quejandos.

jrd disse...

Afinal sempre resolvi meter a bota, para perguntar à m.a.g., se a técnica do uso do salto é aplicada com o sapato no pé ou na mão?
É que estou a lembrar-me de um trauliteiro, o Bush, que levou com um sapato sem salto e não havia mulheres na sala.

josé manuel chorão disse...

Nestes dias há muita gente de saltos altos,a pedir aulas assistidas para ver se passa à frente de outros que as não peçam.
Para mim, saltos altos sempre significaram alguem que quer parecer aquilo que não é; mais alto do que é na realidade, melhor ou mais inteligente.
Talvez por isso sempre me afastei de mulheres de saltos altos, prefiro aquelas que não enganam ninguém.Simples e honestas, isto é, bonitas.

Ivone Costa disse...

Meu caro José Manuel Chorão, deixe-me interromper esta conversa, que assunto de sapatos é coisa que nunca me deixa indiferente. Eu, que desde que me a minha mãe me autorizou a isso, tenho passado toda a minha já longa vida em cima de uns saltos de 10 cm.

Primeiro - É-se dos saltos altos como de uma religião. Não há nada a explicar, nada a fazer.
Segundo - Quem não aprecia saltos altos, jamais entenderá quem os aprecia.
Terceiro - Não é objectivo dos saltos enganar ninguém, porquanto os saltos altos mostram, ainda melhor do que os sapatinhos rasos, onde acaba o sapato e começa o resto.
Quarto - Os sapatos de saltos altos também se descalçam.
E pronto, quod erat demonstrandum.

josé manuel chorão disse...

Cara Ivone:
não sabia que usava saltos altos e apreciava assim tanto esse tipo de calçado. Eu não gosto, confesso, acho-os mesmo muito pouco estéticos, para não dizer mais. Mas respeito quem gosta, evidentemente; havia de ser bonito os humanos seres gostarem todos do mesmo; aliás, a riqueza da Humanidade, se alguma ainda há, reside na diversidade, nunca na igualdade de gostos, feitios ou...altura dos saltos.
Parabens pelo gosto e pela afirmação de identidade; por mim, continuo a preferir umas boas botas, resistentes e fiáveis. Espero que não me leve a mal.

m.a.g. disse...

jrd... lol
Na verdade podem ser utilizadas de ambas as formas. Os saltos tipo agulha provocam danos incríveis ( nesta altura o autor do post deve estar a pensar: mas porque raio me meti nisto, dos saltos)Porém, tudo depende da destreza e agilidade de quem os usa. Eu apenas os uso ocasionalmente, considero-os elegantes e compõem bem certas roupas.
No dia-a dia os sapatos quase rasos são práticos e mais saudáveis. E depois uma coisa é certa, quem tiver umas pernas elegantes está sempre bem, assim ou assado.

jrd disse...

m.a.g.
Tipo agulha?!...
Bem, à cautela, é melhor mudar de agulha e esperar pelo próximo poste. Se for o caso...
bfs