19 setembro, 2010

CONTO DE FADAS - III

Uma chave
ou uma palavra.

Uma delas abrirá o rumor
onde cresce o dia
e serão de novo as vozes
as primeiras a chegar.

3 comentários:

jrd disse...

Ou a palavra-chave: "Abre-te sésamo" do Ali Babá das Mil e uma noites.

josé manuel chorão disse...

Que poema tão bonito; tão subtil mas, simultaneamente, tão profundo. Adorei. Parabens

Ivone Costa disse...

Obrigada.