27 maio, 2010

EDUARDO SÁ? QUEM É O EDUARDO SÁ?

Jean Michel Basquiat, Mona Lisa
Tenho um fedelho com 12 anos que tem a mania que é hiperactivo. Um dos seus passatempos preferidos é (corrijo, era) estar aos saltos em cima da cama, provavelmente com o objectivo de saber se consegue chegar com as mãos ao tecto. Várias vezes ralhei com ele por fazer isso. Nada. Ouvidos de mercador. Há dias, fui dar outra vez com ele na sua actividade circense. Levo o meu braço bem atrás e catapulto-o com a maior força de que fui capaz até ao seu desprotegido rabo (estava em cuecas). Sabendo eu o estado em que ficou a minha mão, imagino o que lhe terá doído.
Mas valeu a pena. De imediato lhe passou a hiperactividade e, graças a isso, poupei o dinheiro no psicólogo.

Hoje, chega à sala de professores uma colega minha, em estado de choque, vinda de uma substituição numa turma de 5ºano. Parecia que vinha, não sei bem se de Saigão durante a retirada dos americanos, se da aldeia dos macacos no jardim zoológico. Eu entendo o que passou. Também já andei por esses territórios e sei o que é estar perante 28 selvagens hiperactivos de 11 anos que estão dentro de uma sala de aula como na batalha de Aljubarrota.
Há quem, desesperado, não saiba como resolver o gravíssimo problema da indisciplina nas escolas portuguesas. Eu saber, sei. Pena não poder aplicar.

8 comentários:

C.M. disse...

O Edurdo Sá é aquele psi que entende a criança melhor que ninguém: se o fedelho largar fogo à casa, é deixá-lo, coitadinho, pois ele está em fase de expandir os seus sentimentos...

Laura disse...

Os seus textos com pontas de humor são fantásticos. Os outros tenho de assumir, não tenho(Ainda não tenho) a inteligência para perceber as piadas

Fred disse...

Pois é, por vezes diz-se que uma palmada bem dada na altura certa é o melhor remédio. Mas, pronto, hoje em dia ainda se pode ir preso por isso, pois é violência. E, portanto, hoje em dia mais vale levá-los é ao psicólogo...lol


Um abraço!

helena disse...

Eu só conheço o Sá, vou lá às compras de vez em quando.

Rita TSBGC disse...

Officer Krupkee
http://www.youtube.com/watch?v=pq28qCklEHc

A autoridade, a contextualização e o rídiculo, juntos, ao vivo e á solta !!!!
Ah e eu também tenho hiperactivos, passivo, só mesmo no IRC...

Austeriana disse...

Ora, nem mais. Uma palmada na altura certa faz milagres.

A tese da treta de que as criancinhas já nascem com discernimento para não serem mal educadas é, no mínimo, patética. Aliás, pior que isso: é pateta.

manufactura disse...

...um hiperactivo que gosta de andar andar a pontapear caixotes do lixo a meio da noite foi tornado herói incidental, por um partido de esquerda que tomou as suas dores, porque levou um arraial de porrada da polícia:) ok... apesar de ter a sensatez de condenar qualquer agressão por parte das autoridades, um ponto muito recôndito do meu córtex sussurou-me que só se perderam as que cairam no chão:)
http://publico.pt/Local/jovens-acusam-policia-de-agressoes-mas-psp-nega_1439133

DESIGN TÊXTIL disse...

AHAHAHHAH
Que cena deliciosa!!!! Parabéns por ter um filho normal.