09 maio, 2010

CIÊNCIAS NATURAIS


Annibale Carracci
Quando Ulisses, disfarçado, regressa a Ítaca, o único a reconhecê-lo é Argos, o seu velho cão. Será a uma mulher, mal vista socialmente por ser samaritana e com a agravante de ir a caminho do sexto marido, que Jesus se revela como Messias, junto a um poço com água.
Não é só com o Evangelho que temos muito para aprender. É também com os cães.

1 comentário:

Rita TSBGC disse...

No fundo, é preciso escutar os marginais, pois por não estarem atados, mais facilmente dirão a Verdade!!!