20 março, 2010

THE STOLEN PHOTO

2 comentários:

jrd disse...

Está desculpado.
Não pelo roubo da fotografia, mas pelo seu comentário.
De facto, eu não percebo nada de Teologia e por isso nem sequer cheguei a sacristão...

Margarida disse...

Há um rio de vinho tinto doce a escorrer ali.
Um rio sereno, constante, muito antigo.
Há ali a minha cidade.
(sinto-a)