28 março, 2010

ADENDA

Muitas vezes, os comentários aos posts deste blogue são muito melhores do que o próprio post. Tal facto deixa, naturalmente, orgulhosos os autores do blogue. Dos comentários ao post anterior e, não desfazendo, quero salientar o da Margarida:

"Antigamente era tudo genericamente ignorante, mas na humildade que isso e o medo acartavam havia um brilho de percepção que o mundo tinha mais e que, não podendo ser para eles, tudo fariam para que fosse para os filhos."

Na mouche.

1 comentário:

Margarida disse...

... (tô roxa...), mas, Ivone, devo estas palavras e a noção do mundo vero aos meus pais.
Devo-lhes quase tudo.
E eles foram assim: legaram-me rituais e um modo de vida e abriram-me sempre as portas para que fosse e visse mais.
E, no regresso, abriram-me sempre os braços também.
Merci.