19 fevereiro, 2010

JACQUES TATI, O MEU TIO - III



Há dias, a Escola Profissional de Torres Novas organizou, em parceria com a Biblioteca Municipal, uma tertúlia sobre sexualidade com cerca de 30 jovens. Para esta conversa contou-se com a presença de: uma médica, uma psicóloga, uma enfermeira.
Entretanto, vou dar com esta notícia.
Não pude deixar de pensar no genérico deste maravilhoso filme. Deus do céu, como eu gosto daqueles cães logo na abertura.

1 comentário:

paulo,sj disse...

Caro JRC,

Também ando às voltas com estes temas... Já que a famosa lei de Agosto de 2009 anda por aí.

Há dias apresentei uma conferência aos alunos do secundário da minha antiga escola em Portimão e dias depois aqui no Colégio intitulada: "Corpo, Sexo e Sexualidade". Andei sempre à volta da questão da humanização...

Ao ver esta notícia, confirmo mais um pouco o que tenho vindo a reflectir: nós, em pleno séc. XXI, estamo-nos a reduzir a partes, quando somos um todo. A exploração da dimensão genital da sexualidade é crescente. Mas, tornar-nos-à mais humanos?

O prazer está inerente ao sexo - a frigidez é anormal - mas, será que a exploração do aumento de, acrescenta algo à humanização?

Não me considero moralista, no mau sentido do termo, mas preocupa-me esta quase obsessão pelo sexo (que ocupa tantas páginas de revistas, jornais e afins).

Um Abraço!