20 fevereiro, 2010

EMINÊNCIA ALBINA

Por muito que tente, há pessoas de quem não consigo fugir. Eu bem faço por esquecer a sua existência mas este cruel mundo em que sou obrigado a viver não me deixa.
Leio, descansadamente, num sábado de manhã, esta notícia sobre David Cameron. Tenho razões para me sentir seguro, longe de qualquer perigo, sem vestígios de tubarão na costa, verdade? Não, mentira. Lá aparece ele a comentar, a dar opinião, a doutrinar a pátria. E importante, importante, mas mesmo muito importante, é no final da notícia quando nos ilumina a mente, dizendo que "a tecnologia trouxe muita coisa boa".
Fujo dele, é verdade. Mas tenho que reconhecer que, sem ele, eu não seria ninguém.

2 comentários:

Alice N. disse...

O Sr. Albino pai da nação é, de facto, incontornável, um verdadeiro guia espiritual e pedagogicamente inspirador. Um génio incompreendido.

jrd disse...

Proibir nunca! Devia ser proibido...
No tempo em que o poderia ter feito, optei por aconselhar à prole, o não visionamento e audição de produtos como: A Heidi, o Marco, etc.
E resultou, felizmente.