26 janeiro, 2010

MICHAEL HANEKE - O LAÇO BRANCO (2009)




Um grande filme. Um regresso ao bom cinema "protestante" de Bergman ou Dreyer. Visualmente perfeito, magnífica reconstituição histórica. Norte da Alemanha, vésperas da I Guerra Mundial. Uma série de insólitos e dramáticos acontecimentos vão abalando a vida numa pacata aldeia.
A partir daqui começa a nossa viagem pelos insidiosos recantos da alma humana em pequenos átomos individuais: os habitantes daquela aldeia. Mas que explicam e fazem adivinhar os cinco vertiginosos e suicidários anos que se aproximam. A não perder.

2 comentários:

Ana Paula Sena disse...

É mesmo um grande filme. Vi-o no Estoril Film Festival (tal como o Bright Star).
Se não é um filme visualmente perfeito, anda lá muito perto, quanto a mim.

Profundo e inquietante também.

Gostei de o ler sobre...

Obrigada :)

pmramires disse...

PROTESTANTE!!!!

era isso que eu queria dizer quando me refiro a "alemães".

também gostei muito do filme. mas o a minha opinião está no sítio do costume.