31 janeiro, 2010

IMPUTÁVEL

Hieronymus Bosch, Extracção da Pedra da Loucura
Em Maio, João Cerqueira Pinto estrangulou a filha de sete anos com o cinto do roupão. Voltou anteontem a confessar o crime mas sem conseguir explicar por que o fez. Contrariamente ao que poderá parecer, a sua resposta é a de um homem absolutamente normal. Só um monstro teria conseguido dar uma razão para matar a sua filha de sete anos. Isso fizeram os nazis com os judeus ou os comunistas com milhões de mortos na URSS, na China ou no Camboja.

Não se pode dizer que andar a matar filhas seja um comportamento normal. Felizmente, não é. Mas haverá poucas coisas tão humanas como fazer qualquer coisa sem conseguir explicar porquê.

Sem comentários: