15 janeiro, 2010

ILUSÃO DE ÓPTICA


Ontem, no DN, dizia Célia Metrass que não percebe como é que se pode ser mulher sem ser feminista. Eu desconfio que ela diz isso porque pensa que não é possível ser homem sem ser machista.

1 comentário:

Anónimo disse...

Feministas, anti-machistas, ouro, oiro...

Gosto especialmente de ver uma activista feminista a dirigir-se para o carro após uma conferência/palestra/entrevista/workshop... e ficar especada á espera que algum gesto de cavalheirismo lhe abra a porta.