26 dezembro, 2009

LISTA

Sei que aos mortais
os deuses mais não dão
que um rápido fulgor
ou uma única taça,
sei que as estátuas são frias
mas que nelas germina
o tropel do tempo,
sei que nada perturba
o curso das águas,
sei que nada penetra
a casca do que há-de vir,
sei de um segredo
rutilante e vermelho
a pulsar junto ao coração da tarde.

2 comentários:

jrd disse...

Beber o futuro ao pôr do sol?

adsensum disse...

Inspirou-me.
Obrigada.