02 novembro, 2009

PALAVRAS E EXPRESSÕES QUE DETESTO

VISIONAR

Ainda não consegui entender por que razão o "visionar" tem vindo, a pouco e pouco, a substituir o simplesmente "ver". Por exemplo, nas escolas portuguesas fala-se agora muito em visionar um filme. Eu cá sempre gostei mais de ver filmes do que visionar filmes. Mas no caso das escolas até dá para entender. Numa escola moderna, tecnologicamente desenvolvida e com elevados desígnios pedagógicos e educativos, o simples acto de ver torna-se demasiado simples e primário. Os pais e avós das crianças é que viam. Mas isso era noutro tempo. Visionar é bem mais finlandês e, nesse tempo, Portugal estava muito longe da Finlândia. Agora continuamos a estar e ainda vamos passar a estar mais. Mas com tanto visionamento, ele há coisas que as pessoas deixaram de ver.

3 comentários:

Alice N. disse...

Caro José Ricardo,

Não concordo totalmente com a sua interpretação, embora compreenda a ironia. Assim, pegando nas suas palavras, diria que, tendo em conta os "elevados desígnios pedagógicos e educativos" da escola moderna, o acto de ver, na plena acepção da palavra, torna-se demasiado penoso, exigente e difícil. "Visionar" é muito mais apropriado para a escolinha de entretenimento que se pretende oferecer aos nossos alunos. Veja-se o significado de "visionar", por exemplo, no Dicionário de Língua Portuguesa da Porto Editora: "(...) entrever como em visão; ver com dificuldade; lobrigar (...)". Ver, ou pelo menos tentar ver, dá muito trabalho. Penso que é esse o problema. A maior parte dos alunos não aguenta mais do que visionar. Não têm culpa. Nunca lhes foi exigido muito mais do que isso. Por isso, como diz o José Ricardo, muitos deixaram de ver, mas estão fartinhos de visionar.

Margarida Graça disse...

E será que para usar o Magalhães é preciso muito mais?...

E não tivemos durante 4 anos a política educativa do visionamento?

Claro que quem defende que educar é ensinar a ver, terá de emigrar para outro planeta e ainda assim... A última edição da Sábado mostra-nos a nebulosa de lixo que já é intergaláctico... Daí concordar com a Alice: o acto de ver torna-se demasiado penoso... Defendê-lo será puro sadismo...

jrd disse...

Excelente. Ensaio sobre a "visão".