15 novembro, 2009

ONANNYSMO

Mas está a ficar tudo doido? È a única conclusão a que posso chegar depois de ler isto. E com dinheiro do governo? Nunca, mas nunca pensei que a chegada dos anos 60 ao poder pudesse vir a ser tão catastrófica e politicamente totalitária.
Estamos perante o que podemos chamar de estado-onannysta, ou seja, o estado transformado numa autência nanny dos seus incapazes súbditos. Mal por mal, antes o fascismo de Salazar. Esse ao menos mandava-nos beber vinho para dar de comer a um milhão de portugueses.

1 comentário:

Anónimo disse...

Os espanhois que venham cá dar uma "mãozinha".