25 novembro, 2009

FILOSOFIA DE PONTA



"Ontem de manhã, bem cedinho, no relvado do Dragão, Helton foi visto a conversar com Jesualdo durante largos minutos. No período aberto aos jornalistas pouco mais se passou de transcendente, apenas essa conversa que podia nem querer dizer nada."

Esta frase, tirada daqui, é uma excelente introdução ao idealismo hegeliano, no qual existe uma coincidência entra a transcendência e a imanência. Ora, partindo do princípio que eu sei ler português, o jornalista explica que a conversa entre Helton e Jesualdo é do domínio do transcendente. Mas, ao mesmo tempo tal conversa ocorre durante um treino do FC Porto, que será assim uma espécie de apogeu da imanência.
Agora percebo porque gostam tanto os portugueses de ler jornais desportivos. Cada povo tem a filosofia que merece.

1 comentário:

hg disse...

A Filosofia é sempre quando o homem quiser, como o Natal.