24 novembro, 2009

CRISIS? WHAT CRISIS?



Eu fico um bocadinho desorientado sempre que me vêm dizer que o século XX foi o pior de todos os séculos, o século da barbárie. Ou que existe hoje uma tremenda crise de valores. Ou que o mundo está dominado pela cobiça, ganância, ambição, dinheiro, egoísmo, pelo prazer ou futilidade. Ou que, pensando no futuro a partir do que temos hoje, é de temer o pior.
Assim sendo, eu gostaria que uma dessas pessoas fizesse o seguinte exercício.
Depois de estudar história, de conhecer a vida das pessoas desde a Antiguidade, de conhecer a psicologia humana através dos grandes clássicos da literatura, Homero, Sófocles, Plauto, Dante, Shakespeare, Cervantes ou Tolstoi, sem esquecer o clássico dos clássicos, a Bíblia, gostaria que me explicasse o que inventou o século XX de terrível que não fosse conhecido noutras épocas e o que haveria de bom noutras épocas que hoje, desgraçadamente, já não tenhamos o prazer de conhecer.

6 comentários:

Ega disse...

A natureza do homem, apesar de tudo, pouco mudou. Porém, os meios à sua disposição são outros (por isso a dimensão do holocausto nazi foi o que foi).

Mas não tenho dúvidas que os últimos 50 anos são bem capaz de constituir o melhor meio século da humanidade.

Anónimo disse...

José:
Um dia conversaremos sobre isto
EB

José Ricardo Costa disse...

Caro EB, por mim podes ir abrindo a garrafa...

JR

PMB disse...

Sem sombra de dúvidas. Sinto a mesma perplexidade que o Zé Ricardo sente. O que falta a muito boa gente é, para começar, uma esfregadela de história... (Já nem pedia tanto quanto o ZÉ Ricardo)...

Austeriana disse...

Pois é. Acho que tem razão e os Supertramp também.:)

addiragram disse...

Referir-se-ão ao aperfeiçoamento das armas ou ao branqueamento da memória?