14 outubro, 2009

ECOÍSMO PSICOLÓGICO

Alexandre Cabanel, Eco

A ninfa Eco foi condenada por Juno a repetir apenas a parte final das frases que ouvia. Porquê? Porque falava demais. Era Eco que entretinha Juno com as palavras para Júpiter poder andar deitado pelos montes com as outras ninfas.

Eu também conheço algumas pessoas que parecem ter sofrido o mesmo tipo de condenação. Falam, falam, falam mas, no fundo, tal como Eco, limitam-se a repetir os sons de frases cujo significado se perdeu no escuro interior de uma gruta.

3 comentários:

Anónimo disse...

Entretinha, zr,
Cumprimentos
EB

Anónimo disse...

O comentário é curioso, muito gato fedorento, mas melhor ficaria se se dissesse que Eco entretinha Juno.
L. Soares

José Ricardo Costa disse...

Caros EB e L. Soares. Muito obrigado pela correcção. Foi, obviamente, um lapso.

JR