19 setembro, 2009

VÍRUS FATAIS



Vale a pena ler este post do qual retirei esta frase: "De entre os agentes que nos causam doenças, não por “maldade” intrínseca à sua natureza, mas porque encontram em nós as melhores condições para a sua sobrevivência, encontram-se os vírus".
Quantas vezes, para melhor compreendermos o humano, não temos que recorrer ao inumano? Tal como os vírus, também há pessoas que, quanto mais amam, mais destroem o objecto do seu amor.

4 comentários:

VNI disse...

Bem verdadeiro. Mas ainda pior é quando o amor nos destrói a nós mesmos, como um vírus interno, para o qual, até muitas vezes, conhecemos a cura, mas e ainda assim permanecemos com ele até quase à exaustão. Doentiamente sedutor.
Estou fã deste blog, excelentes imagens e óptimos textos alegram-me os dias!Parabéns.

José Ricardo Costa disse...

Ah, muito obrigado!

JR

José Ricardo Costa disse...

Cara VNI, eu apaguei o seu outro comentário simplesmente porque sendo praticamente igual ao que está publicado, presumi que tivesse havido algum erro no envio, tendo-o reescrito. Se não foi esse caso, as minhas desculpas.

JR

VNI disse...

Sim é verdade enganei-me, ainda sou nova nestas andanças, as minhas desculpas!!!
Voltarei mais dias a estes lados.