02 setembro, 2009

UM ANO DE PONTEIROS PARADOS


Os ponteiros parados fazem hoje um ano. Olhando para trás, é espantoso perceber como, afinal, há tanto para dizer e para mostrar. Só dizendo e mostrando é que sabemos que há sempre coisas para dizer e mostrar. Preste ou não preste, isso é pouco importante. O valor de um blogue é a sua intrínseca democraticidade. Qualquer pessoa pode ter um blogue. Até nós.

A todos aqueles amigos que por aqui passam, especialmente para aqueles que, simpaticamente, vão deixando os seus comentários ou que o fazem através do correio ou até na própria rua, um grande abraço e o nosso obrigado.

16 comentários:

marteodora disse...

PARABÉNS AOS PONTEIROS!

sLx disse...

Parabéns por este excelente ano de leituras que, generosamente, nos deste.

João Pedro

Dioniso disse...

Parabéns, é muito bom passar por aí, mesmo se comento menos do que me apetece... O tempo, sempre o tempo....

José Borges disse...

Muitos parabéns, espero poder continuar a aprender convosco durante longos anos.

nefertiti disse...

Parabéns! Abraço.

Anónimo disse...

Parabéns. Foi um ano instrutivo e muitas vezes divertido. Que continuem a partilhar os vossos gostos, preocupações, arrelias e alegrias que muitas vezes são também as nossas.

Um grande obrigado aos "Ponteiros Parados" e ao seu cantinho da reflexão.

Luis

Fred disse...

Muitos parabéns! Gosto muito de vir cá sempre ler este blog.

Abraço.

Alice N. disse...

Muitos parabéns! Leio o Ponteiros Parados desde a primeira hora e este depressa se tornou absolutamente indispensável. À Ivone e ao José Ricardo, obrigada pela partilha de tão excelentes textos e fotos. Obrigada também por tudo o que aqui aprendo e, sobretudo, pelo bem que este belo e riquíssimo espaço me faz.

ana barata disse...

Foi através do blogue da minha amiga Emília que aqui cheguei. Em boa hora! E vou chegando uma e outra vez, sempre descobrindo novos motivos para regressar de novo.
Muitos parabéns por este primeiro ano de existência!

Woman Once a Bird disse...

Muitos parabéns! Tornou-se incontornável.

addiragram disse...

Tem valido a pena e, vão ver, qualquer dia já passaram quatro anos...
Estão de parabéns!

José Ricardo Costa disse...

A todos vós um grande abraço e o nosso muito obrigado pelas vossas simpáticas palavras. Embora um blogue não passe de um diário, é um diário aberto. E, se não houvesse pessoas para o ler, a sua existência já não faria qualquer sentido. Até amanhã.

IC, JR

Mafalda disse...

Não sigo o vosso blog desde o início, mas desde que o conheço tornou-se uma espécie de exemplo. Aprendi mais coisas interessantes do que num dia cansativo de aulas. E claro, a marcada boa-disposição merece distinção!
Por tudo isto, parabéns (ainda que atrasados) ao Zé Ricardo e à minha madrinha.

Ega disse...

O Ponteiros Parados foi a minha melhor descoberta bloguística deste ano. É uma preciosidade no meio de um oceano de alarve aborrecimento.

Parabéns e desejos de muitos anos de vida na bloga.

Cumprimentos,

Edgar Vieira Novo

Margarida disse...

Que sigam os Ponteiros, como o tempo que eles marcam.
Um nobre espaço de aprendizagem.
Não se pode dizer isso de muitos...
:)

Aqueduto Livre disse...

Parabéns, recheados de respeito, consideração, admiração e sentido critico, que é o valor mais elevado que habita os filósofos e os cidadãos.
O exercício de cidadania que, quase TODOS os dias, os "patrões" deste blog exercitam, com qualidade superlativa, em quase todos os itenes em que a exercitam, numa escala de 0 a 20 - merecem 21: 1 valor de bónus para a qualidade estética do blog e o titulo, que é um achado.
Abraço sincero,
José Albergaria