30 setembro, 2009

LIBERDADE E IGUALDADE

Diz John Rawls, no prefácio à edição portuguesa de Uma Teoria da Justiça, que o utilitarismo não fornece uma "explicação satisfatória dos direitos e liberdades dos cidadãos, enquanto sujeitos livres e iguais".
Há aqui qualquer coisa que não bate certo. Como é que os cidadãos podem ser livres e iguais ao mesmo tempo? É que se forem livres deixam de ser iguais, se forem iguais é porque não são livres. Se quisermos que o lobo seja igual à ovelha temos de limitar a sua liberdade. Se não limitarmos a sua liberdade, bem, boa sorte, ovelhinha!

4 comentários:

Turmalina disse...

Mas o melhor ainda é a diversidade...torna a vida mais desafiadora.

Grazynha disse...

E Rawls ainda defende que a liberdade é superior à igualdade...

Adios, ovelhinha!

Grazynha disse...

Ótimo o blog de vocês! :D

José Ricardo Costa disse...

Cara Grazynha, muito obrigado. E cuidado com os lobos!

JR