12 junho, 2009

MARCHA IMPRESSIONISTA

Renoir, Le Moulin de la Galette

Estive a ver a marcha de Santo António, um dos rituais anuais de Torres Novas. Vi-a, pela primeira vez, a partir de um 7º andar e a passar por entre prédios de 7 andares. Eu, que ando há algum tempo a ver mal ao longe, vi, não propriamente uma marcha popular, mas um conjunto de desfocadas formas coloridas em movimento. Ver a marcha de Santo António a partir de um 7ºandar, por entre prédios de 7 andares e rodedada pelo néon dos bancos não foi, por isso, e ao contrário do que possa parecer, digna de um filme de Jacques Tati. Foi um regresso ao impressionismo do século XIX.

Sem comentários: