15 junho, 2009

GUERRA E PAZ - XXXVI

Caspar David Friederich, Monge Junto ao Mar

Andrei Bolkônski, a atravessar uma fase niilista na sua vida, dirige-se para a propriedade do filho, passando por uma floresta na qual um enorme carvalho lhe chama a atenção.

"À beira do caminho havia um carvalho. Duas vezes mais alto e dez vezes mais grosso que as bétulas, por certo dez vezes mais velho do que as bétulas. Com os galhos partidos, talvez há muito tempo, de casca esfacelada, os braços e os dedos nodosos abertos assimetricamente, espetava-se como um monstro velho, zangado e desdenhoso no meio das bétulas sorridentes. Só ele não queria entregar-se ao encanto da Primavera, não queria saber da Primavera nem do sol".

Entretanto, em casa de Rostov, Andrei sente o amor a brotar perante a presença, meramente vislumbrada, de Natacha. No dia seguinte, no regresso, ao passar pela mesma floresta, vê de novo o zangado e desdenhoso carvalho:

"O velho carvalho metamorfoseara-se e abria-se agora em tenda de verdura carnuda, carregada, enlanguescia, baloiçava de leve ao sol do ocaso. Nem dedos nodosos, nem a antiga amargura e desconfiança - não se via nada disso. Fora dos ramos, da casca rija centenária tinham rebentado folhas úberes, novas, sendo incrível como este velho pôde gerá-las. «Sim, é o mesmo carvalho», pensou o príncipe Andrei, e inundou-o um sentimento primaveril e imotivado de alegria e renovação". Livro 2, 3ª parte, caps -1 e 3

As quatro estações são um fenómeno da natureza. Mas a partir do momento em que são absorvidas pela nossa consciência, passam a ser um fenómeno da nossa consciência. Isso explica o facto de o Inverno poder ter a luminosa jovialidade da Primavera quando a consciência irradia luz e jovialidade, e a Primavera revelar a tristeza sombria do Inverno se a consciência estiver triste e sombria.

1 comentário:

jl disse...

Acho que foi uma feliz ideia esta de "desfiar" a Guerra e Paz...

Mais do que uma revisão, tenho encontrado aqui passagens que me deixam a sensação de nunca as ter lido em parte nenhuma.