15 maio, 2009

HETEROCINEMA


Hoje, na Antena 2, alguém falava de um qualquer festival de cinema gay e lésbico. Sendo assim, não tenho alternativa. De ora avante, filmes como Casablanca, Doutor Jivago ou E Tudo o Vento Levou, deverão passar a ser catalogados como cinema heterossexual.

2 comentários:

José Borges disse...

Faz-me lembrar as bancas na Fnac dedicadas a 'literatura gay and lesbian', em inglês e tudo! E depois está logo lá em primeiro plano O retrato de Dorian Gray... Fico à espera que criem uma banca para a litertura de escritores de nariz adunco (que ocupará a melhor metade) e creio que a banca que mais livros vai vender chamar-se-á qualquer coisa como 'literatura light' e na compra de um livro que virá dentro das tais caixas de bolachas virá uma coca cola ou um creme para depilação.

José Ricardo Costa disse...

Ok, então se o Retrato de Dorian Gray está na literatura gay porque o Oscar Wilde era gay, eu exigo o grande (Não estou a brincar, a trilogia é grande literatura) Henry Miller numa heterosíssima banca só para ele.

JR