03 maio, 2009

GUERRA E PAZ - XXI


A muito religiosa princesa Mária está numa terrível angústia pois não sabe se há-de aceitar o casamento com Anatole.

O seu pai, no momento chave da grande decisão, diz-lhe:"Vai para o teu quarto, pensa e dentro de uma hora vem ter comigo e diz na presença dele: sim ou não. Sei que vais rezar. Reza, está bem. Mas o melhor é pensares. Vai." Parte III,cap. V

O pai de Mária, o príncipe Bolkonski, é um daqueles que acha que nas grandes decisões da vida, deve-se pensar mais em Maquiavel do que no Evangelho. Qual era um dos grandes objectivos do florentino, autor de O Príncipe? Perseguir a veritá effetuale della cosa. Pensar, no fundo, é mesmo isso. Seja numa renascentista república italiana, seja no casamento.
Poder-se-á pensar bem ou pensar mal, é verdade. Mas rezar é completamente diferente. Não se reza bem nem se reza mal, do mesmo modo que não se ri bem ou mal, nem se chora bem ou mal. Trata-se apenas de meter gasolina no carro para uma viagem que não se conhece.

Sem comentários: