21 abril, 2009

A QUEDA


Caiu, há dias, o tecto de uma sala de professores numa escola de Sintra. Desta vez, foi no hospital de Faro. Acho aconselhável que o engenheiro passe a andar sempre de capacete. Lembram-se do outro engenheiro quase a cair quando foi ver a ponte que caiu? Foi um sério aviso. É que, passado um tempo, caiu mesmo. Esta fotografia tornou-se, então, um símbolo do pântano guterrista e da sua queda como político.

Onde é que o engenheiro vai amanhã?

Sem comentários: