11 março, 2009

VOZES

Rembrandt, O Sacrifício de Abraão

Angela Merkel condenou o massacre na escola secundária de Winnenden. Condenou? Mas fará sentido condenar, formal e institucionalmente, uma coisa que é intrinsecamente condenável? Angela Merkel deveria ler Kierkegaard para perceber que há coisas humanas que não são do domínio do social e do político. Abraão também se preparou para matar o filho e ainda ficou bem visto aos olhos de Deus por fazê-lo.

3 comentários:

addiragram disse...

A minha maior revolta é ouvir dizer que tudo era normal: a escola, o jovem e não sei que mais. Quando será do conhecimento público que as patologias mais graves se desenvolvem silenciosamente e, muitas vezes, muito tempo antes (quem sabe na infância) já poderiam ter sido identificados determinados sinais de risco...Quem trabalha em saúde mental infantil sabe isso muito bem. Mas os conhecimentos dos Psis são, tantas vezes, considerados "imateriais". Até quando?

José Ricardo Costa disse...

O descrédito dos Psis resulta, em parte, do facto de a ciência Psi se transformar em ideologia Psi, muitas vezes associada a más causas. É como a história de Pedro e o lobo. Mesmo que, depois, tenham razão, já ninguém os ouve.

JR

addiragram disse...

Pode acontecer com os Psis, como pode acontecer com tantas outras áreas do conhecimento, que de investigadores se transformam em ideólogos. Há muitos exemplos. O problema é também outro: os Psis( que trabalham seriamente) não pretendem ser biólogos, nem neurologistas, nem filósofos, nem juristas ,mas muitas destas especialidades acham que conhecimentos para validar a Psicologia.