26 março, 2009

COMUNIDADE EDUCATIVA

Sempre que ouço ou leio a expressão "comunidade educativa" os meus neurónios começam logo a fazer ricochete no interior do meu cérebro, ao contrário de muitos professores que se sentem muito modernos e avançados ao dizerem-na. Os liceus e as excelentes escolas técnicas de antigamente deram lugar, primeiro, às famigeradas C+S e agora às pindéricas EB2, EB2,3, EB2,3 com Secundário, povoadas pelas respectivas comunidades educativas.
Se eu quisesse fazer parte de uma comunidade, mal por mal, teria escolhido um mosteiro. Pelo menos, aí, havia mestres que ensinavam e discípulos que aprendiam.

1 comentário:

Margarida Graça disse...

Só me ocorre rir!...