16 fevereiro, 2009

O CONFLITO DAS INTERPRETAÇÕES

De acordo com um estudo da Universidade do Minho, os jovens "interpretam os actos de violência como sendo provas de amor". Nada que me espante. Se ainda hoje, num teste de Psicologia de 11ºano, um aluno me chama à carteira para me perguntar se ter uma atitude negativa em relação às touradas ( frase que estava no enunciado) é ser contra as touradas e muitos deles não souberam interpretar a palavra "exactidão" como serão eles capazes de interpretar coisas bem mais complexas como um murro na cara ou um pontapé na barriga?

Sem comentários: