25 janeiro, 2009

PANFLETO

Dostoievski, um dia, propôs-se escrever um pequeno e simples panfleto didáctico contra o alcoolismo na Rússia. Começou a escrever, e saiu-lhe o Crime e Castigo, uma das grandes obras da literatura universal.

Eu cá sou mais o contrário. Gostaria de ser uma grande obra mas, na maior parte das vezes, não passo de um simples e reles panfleto.

1 comentário:

marga disse...

mas o panfleto também tem a sua arte.... claro que obras como Crime e Castigo não se constroem assim em todas as décadas, nem em todos os séculos... Enfim, o sr. Dostoievski era um caso raro. Crime e Castigo, o Jogador, o Duplo... todos poderiam ser folhetos informativos do centro de sáude, contra vícios e devaneios...mas felizmente não. São mesmo grandes obras! Demos graças por isso!