24 janeiro, 2009

O MELHOR INÍCIO CINEMATOGRÁFICO DE TODOS OS TEMPOS

Eu não sei se será o melhor filme de todos os tempos. Provavelmente, não será. Até porque tenho algumas dúvidas sobre o que poderá significar ser o melhor filme de todos os tempos. Provavelmente, não haverá mesmo melhor filme de todos os tempos.
Agora, acho bastante provável ser este o melhor início de filme de todos os tempos. Para saborear cada fotograma, segundo a segundo, como se cada fotograma fosse uma fotografia.


3 comentários:

Marteodora disse...

verdadeiramente belo. uma sequência fotográfica notável: planos, enquadramentos,luz, contrastes de cor, objectos, rostos, corpos...
um consolo para a minha insónia!
um bom gosto notável,um cineasta de referência,um homem atento.
este blog é o do melhor!!!

José Ricardo Costa disse...

Thanks!
Eu já recebi de alguns blogues coisas muito boas, ou que não conhecia ou de que já não me lembrava. Agrada-me muito a ideia de poder também dar. Sobretudo aos mais jovens que, muito dificilmente, a não ser pela net (blogues, you tube, sites em geral, conseguirão chegar a certas referências que foram marcantes para as pessoas da minha geração ou anteriores. Ou até mesmo actuais.

JR

José Borges disse...

O sétimo selo e o Personna do Bergman foram dois dos filmes que mais me marcaram. Este ainda não vi, mas toda a cinematografia do sueco está em lista de espera com lugar prioritário.