21 janeiro, 2009

JULGADOS

Em 1848, Charles Dickens dizia: "Por vezes, ouvimos falar de um processo por danos contra o médico incompetente que deformou um membro partido em vez de o tratar. Mas o que dizer das centenas de milhares de espíritos que foram deformados para sempre pelos inaptos insignificantes que pretendiam formá-los!".
Eu, como professor, encarregado de educação e português defendo que gente como Maria de Lurdes Rodrigues, Jorge Pedreira e essa eminência parda do regime socrático que dá pelo nome de Valter Lemos, deveriam ir a tribunal, ser julgados e condenados a pena de prisão.

1 comentário:

Anónimo disse...

Se Dickens tinha razão!...

Mas quem vai preocupar-se com os males morais e de espírito?

jl