07 dezembro, 2008

PRISÕES

" Devemos libertar-nos da prisão dos negócios quotidianos e da política". Epicuro, Sentenças Vaticanas, 58
Obrigado, Epicuro, deste-me uma ideia: há pessoas, em Portugal, que deveriam ser mesmo presas para se poderem libertar da prisão dos negócios quotidianos e da política.

Sem comentários: