26 dezembro, 2008

ÓPERA BARROCA

Passo agora ao desporto e leio a entrevista com Fernando Meira, jogador que saiu do Estugarda para o Galatasaray. Questionado sobre o facto de a sua saída ter sido pacífica, informou que no momento da despedida, ele e o presidente do Estugarda choraram. Faz-me muita impressão o desprezo de tantos intelectuais, artistas, gente da cultura em geral, pelo mundo do futebol.

Sem comentários: