17 dezembro, 2008

Londres, 1907

Estaline, Lenine, Trotski e Gorki estiveram juntos em Londres, em 1907, no congresso do POSDR. Imagino-os a passear pelas ruas, a observar a cidade. Reparemos no pormenor da data: 1907. Não havia então qualquer país comunista, o comunismo era apenas ainda um projecto, um sonho, uma possibilidade.

Ora, quando se sonha com a sociedade ideal e perfeita, qualquer defeito de uma sociedade normal ganha logo uma enorme ressonância. Por isso, imagino-os em Londres, horrorizados perante as misérias de uma democracia parlamentar, olhando com desprezo para pormenores que, de uma vez por todas, iriam desaparecer da face da terra, mal fossem aplicadas as ideias pelas quais lutavam.

Claro que a Londres de então, como a Londres de hoje, a Paris de hoje, a Lisboa, a Roma ou a Berlim de hoje, estão longe de serem cidades perfeitas e sem defeitos. Mas quando olhamos para qualquer coisa tendo em mente a perfeição e um ideal que não se observam e sem qualquer realidade empírica, tudo nos parece desprezível e digno de ser superado.

O que estes homens fizeram dez anos depois do encontro de Londres, mostra que, por vezes, mais vale um defeito na mão do que dois ideais a voar.

1 comentário:

zemanel disse...

Ver o mundo debaixo de um quadro mental pragmático é muito mais confortável.
No entanto, "ela move-se"...
Cumprimentos,
Zémanel