08 dezembro, 2008

JOELHOS


"O cepticismo não é irrefutável, mas manifestamente um contra-senso, se pretende duvidar onde não se pode perguntar." Ludwig Wittgenstein, Tratactus Logico-Philosophicus, 6.51
Eis por que razão não faz sentido ser céptico relativamente ao problema da Imaculada Conceição assim como a tudo o que tenha a ver com a religião. Na religião não há problemas. E se na religião não há problemas também não há perguntas. E se não há perguntas não há dúvidas. Basta estar de joelhos.

1 comentário:

José Trincão Marques disse...

«Para satisfazer a curiosidade de Pilar, depois de uma primeira visita que fez há muitos anos, quando era teresiana, fomos ao santuário de Fátima. Pregavam os altifalantes como de costume, e como de costume arrastavam-se de joelhos os pagadores de promessas pela passadeira de pedra felizmente lisa e polida, amparados por parentes ou amigos. Estivesse Jesus ali, e tenho acerteza de que lhes diria: «Deus não pode querer isto.» E diria mais: «Levantem-se. Não baixem a cabeça. A Deus há que olhá-lo de frente.»

José Saramago, Cadernos de Lanzarote, Diário-III.