18 dezembro, 2008

GRANDES FILMES - LUCHINO VISCONTI: VIOLÊNCIA E PAIXÃO

Ou melhor, Gruppo di Famiglia in un Interno (1974). Já vi este filme várias vezes e não me canso de o ver. Um velho professor reformado, vive solitariamente no meio das suas obras de arte, a sua grande paixão. Entretanto, aluga o apartamento por cima do seu a um grupo de pessoas moralmente desgovernadas e com uma concepção demasiado heterodoxa dos valores. A partir daí a vida do velho professor sofre uma reviravolta e não volta a ser a mesma.

Ora bem, que gente é aquela? Que gente é aquela que Visconti filma em 1974? É gente que anda agora por aí. Mais: gente que anda por aí e que é alimentada pelo poder, poder esse que vive obcecado com o futuro, para quem o futuro é tudo aquilo que rompe com o passado que tem de ser rompido só porque é passado.

É um dos filmes mais conservadores que eu conheço e satisfaz plenamente o conservador que há em mim.

Sem comentários: