02 dezembro, 2008

BANHOS PÚBLICOS


Estou como dizias aqui há tempos: “Caiu-me a alma a uma latrina, preciso um banho por dentro!” Ega murmurou melancolicamente: - Essa necessidade de banhos morais está-se tornando, com efeito, tão frequente… Devia haver na cidade um estabelecimento para eles. Eça de Queiroz, Os Maias

Sem comentários: